PENSAMENTOS

Aqui é possível verificar alguns pensamentos que promovam reflexões sobre assuntos relacionados com a música e arte de maneira geral. Todas as citações utilizam o critério de serem retiradas de fonte primária, sendo assim, não fazendo uso de apud (citado por, conforme, segundo). As referências mostram as informações contidas nos livros originais e nos eventuais casos de omissão de dados é porque não existiam nas referidas publicações.


Total de pensamentos: 27.

Decrescente

Crescente


"A música é uma linguagem. O homem quer, através dessa linguagem, expressar ideias, não ideias transformáveis em conceitos, mas ideias musicais"

Anton Webern

WEBERN, Anton. O caminho para a nova música. Tradução de Carlos Kater. 1. ed. São Paulo: Novas Metas, 1984, p. 106.

"... minha crítica não atinge, mesmo que o desejasse, ao mestre que anseia a tonalidade, mas somente à sua crença, à superstição que superestima sua importância e sua necessidade teórica"

Arnold Schoenberg

SCHOENBERG, Arnold. Harmonia. Tradução de Marden Maluf. 1. ed. São Paulo: UNESP, 2001, p. 545.

"Se para o filósofo só existe na natureza tanto animada como inanimada um único e mesmo querer que aspira à existência, o músico acrescenta que esse querer procura em todos os seus estágios exprimir-se nos sons"

Friedrich Wilhelm Nietzsche

NIETZSCHE, Friedrich Wilhelm. O caso Wagner. Tradução de Antonio Carlos Braga e Ciro Mioranza. 1. ed. São Paulo: Editora Escala, 2007, p. 41. (Grandes Obras do Pensamento Universal - 86).

"... as funções psíquico-evolutivas e psíquico-sociais, bem como socioterapêuticas da música é que constituem sua importância para a vida cotidiana"

Hans Günther Bastian

BASTIAN, Hans Günther. Música na escola: a contribuição do ensino da música no aprendizado e no convívio social da criança. Tradução de Paulo F. Valério. 1. ed. São Paulo: Paulinas, 2009, p. 38. (Clave de sol. Série música e educação).

"Estou certo de que tudo o que é necessário conhecer sobre aquilo de que é feita a música pode ser explicado a qualquer um, sem que em nenhum momento seja preciso pronunciar ou escrever o menor termo que não pertença ao vocabulário de todos"

Henry Barraud

BARRAUD, Henry. Para compreender as músicas de hoje. Tradução de J. J. de Moraes e Maria Lúcia Machado. 3. ed. São Paulo: Perspectiva, 1997, p. 14. (Signos Música).

"Ruídos podem ser música, naturalmente mas não precisam ser significativos, a música em si não significa nada"

Igor Stravinsky

STRAVINSKY, Igor; CRAFT, Robert. Conversas com Igor Stravinsky. Tradução de Stella Rodrigo Octavio Moutinho. 1. ed. São Paulo: Perspectiva, 2010, p. 91. (Debates).

"Aquele que ri quando um piano é tocado além das teclas, ou seja, na parte de dentro junto das cordas, quando um violino é golpeado como uma percussão ou quando um trompete é tocado sem o bocal apenas demonstra sua limitação para entender música, limitação determinada por um conjunto de regras convencionais"

Joachim-Ernst Berendt

BERENDT, Joachim-Ernst, O livro do jazz: de Nova Orleans até o século XXI. Tradução de Rainer Patriota, Daniel Oliveira Pucciarelli. 1 ed. São Paulo: Perspectiva: Edições SESC São Paulo, 2014, p. 51.

"A arte está em processo de retornar ao que lhe é próprio: a vida."

John Cage

CAGE, John. De segunda a um ano. Tradução de Rogério Duprat. 2. ed. Rio de Janeiro: Cobogó, 2013, p. 6.

"A música é uma forma de discurso tão antiga como a raça humana, um meio no qual as idéias [sic] acerca de nós mesmos e dos outros são articuladas em formas sonoras"

Keith Swanwick

SWANWICK, Keith. Ensinando música musicalmente. Tradução de Alda Oliveira e Cristina Tourinho. 1. ed. São Paulo: Moderna, 2003, p. 18.

"Ao ouvirmos uma peça de música, se não somos conhecedores dos diferentes códigos de composição musical (o que nos levaria também a outro tipo de interpretação), a audição dessa música não produzirá em nós senão uma série de qualidades de impressão, isto é, sensações auditivas, viscerais e possivelmente correspondências visuais."

Lúcia Santaella

SANTAELLA, Lúcia. O que é semiótica. 1. ed. São Paulo: Brasiliense, 2012, p. 93-94. (Coleção Primeiros Passos - 103) .

Total de Pensamentos 27.

Decrescente

Crescente

Página 1 de 3